Brasileirão 2014 é tecnicamente pobre:

brasileirão

Infelizmente estamos prestes a acompanhar um dos piores anos da história do Campeonato Brasileiro, senão o pior. Afinal, não há técnica e falta aquela essência que sempre fez do BRASILEIRÃO um dos melhores campeonatos do mundo. Entre os clubes paulistas, apenas o Corinthians tem um elenco capaz de conquistar o título, porque tem um sistema defensivo impecável e um meio-campo extremamente forte, apesar de faltar ” aquele atacante ”. São Paulo tem uma zaga insegura e um futebol previsível, que facilita para os adversários e mesmo tendo poderes individuais, é óbvio que uma competição tão longa não é conquistada através da qualidade de uns jogadores. O Palmeiras está definitivamente fora de questão, não é um clube bom há anos e tão cedo não será, depende da garra de um certo jogador e tem mínimas chances apenas em competições mais curtas. E o Santos já demonstrou nas primeiras rodadas o mesmo erro que o Corinthians no ano passado, um conformismo e uma falta de criatividade que aparenta preguiça do elenco, um time limitado e que certamente empatará muito ao redor da competição. Ah, os cariocas ! Flamengo tem um elenco mediano e uma torcida meia-boca – literalmente – que não coloca em prática aqueles gritos de apoio quando a situação está complicada, além de ter uma defesa frágil, cuja entrada é mais livre e simples que a de um show de funk. O Botafogo oscila muito e tem sido medroso e pequeno perante aos adversários. O Fluminense, apesar de ter começado bem o campeonato, é absolutamente dependente de Fred, que talvez deixe o clube após a Copa e que, como havia afirmado acima, não conseguirá levar sozinho o ” clube da SÉRIE B ” ao título. O futebol mineiro está representado por dois bons times, com elencos entrosados e candidatos ao título, porém já mostraram-se infantis na Libertadores e tal infantidade será prejudicial aos cruzeirenses e atleticanos; o time celeste acaba de ser eliminado de uma competição, cujo favorito era o próprio, e isso talvez cause alterações drásticas na forma de jogar. A situação do futebol gaúcho é imprevisível. O Inter é um típico cavalo-paraguaio, que aparenta isso, mas o desfecho é aquilo, mas com o estádio renovado (e fantástico, por sinal) os colorados terão ainda mais vontade de jogar futebol, pois é um dos favoritos e o desafio é manter-se firme e forte até o final, ao contrário do que geralmente fazem. O Grêmio é equipado e estruturado, é taticamente fortíssimo, mas parece estar desanimado na competição e mesmo que ainda tenham sido apenas 4 rodadas, estas podem ser cruciais lá no final. Os outros clubes, sejamos honestos, no máximo atingirão uma terceira posição. Que a disputa continue e vença o mais inteligente, porque nem sempre superioridade é inteligência e a segunda qualidade é imprescindível.

Por: Kaio Lopes

Anúncios

Sobre ibopeecia

Tudo sobre tudo.

Publicado em 17 de maio de 2014, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: