Aguinaldo Silva se inspira em Tieta para a reta final de Fina Estampa

Em entrevista ao Roda Viva, autor dá pistas sobre rumos da trama e comenta carreira

aguinaldo-silva

O que o futuro reserva para a maquiavélica Teresa Cristina? Quem é o misterioso namorado de Clô? Estas são algumas perguntas que bombardeiam a mente do público de Fina Estampa, mas o autor da novela, Aguinaldo Silva, tratou de dar algumas pistas do que vem por aí durante o programa Roda Viva, da TV Cultura, no qual foi o entrevistado desta segunda-feira (12).

No centro do estúdio, Aguinaldo Silva foi sabatinado pelo apresentador de Mario Sergio Conti, além da presença na bancada de Raimundo Rodrigues Pereira (diretor da revista Retrato do Brasil), Maurício Stycer (repórter e crítico do UOL), Cristina Padiglione (editora e colunista de TV do jornal O Estado de S. Paulo), Kátia Mello (Content Master da Tv1 eventos) e Nilson Xavier (autor do livro Almanaque da Telenovela Brasileira).

Questionado sobre o que aguarda o futuro de Teresa Cristina, personagem da atriz Christiane Torloni, o autor tentou não dar muitas pistas, adotando um tom enigmático. Só garantiu que a vilã não deixará o mundo dos vivos.

– Teresa Cristina não vai morrer nem será presa. Não sei se ela dará bem…

O mistério também deve acompanhar os rumos de Clô (Marcelo Serrado) até o capítulo final. A inspiração de Aguinaldo Silva para o desfecho do carismático personagem que acompanha de perto as armações de Teresa Cristina vem de longe, mais precisamente da novela Tieta, “a minha novela preferida de escrever”, segundo as próprias palavras do autor.

– Tieta foi a primeira novela escrita após a censura. Escrevi coisas ali que não passariam nunca. Na novela sempre permaneceu a pergunta sobre o que havia na caixa da Perpétua (vivida por Joana Fomm), o que havia lá que causava tanto pânico nela. Eu nunca revelei o que havia na caixa e estou pensando também em não revelar quem é o namorado do Clô. Isto será a “caixa de Perpétua” de Fina Estampa.

Aguinaldo Silva também não se esquivou quando o assunto foi a audiência da novela das 9, que vem atingindo a casa dos 40 pontos, de acordo com o autor, número esse surpreendente diante da audiência em queda que atinge a televisão aberta no País.

– Minhas novelas sempre foram muito populares. Minhas novelas até sofriam preconceito da classe média no passado. Hoje, eles (diretores) querem que os autores escrevam para essa “nova” classe média. Existem autores que não vão conseguir. (…) Dificilmente as novelas hoje vão ultrapassar os 35 pontos (do Ibope), já era esperado isso. Fina Estampa alcançou 40 pontos.

R7

Anúncios

Publicado em 14 de março de 2012, em Uncategorized e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: