Whitney Houston deixa toda a herança para a filha, Bobbi Kristina

Bobbi Kristina, filha de Whitney Houston, estaria envolvida com drogas

O testamento da cantora norte-americana Whitney Houston foi aberto em Atlanta, nesta quarta-feira (7), e toda a herança que a cantora tinha foi deixada para a sua única filha, Bobbi Kristina, de 19 anos. De acordo com a AP, não foram mencionados bens ativos, mas Houston deixou todas as suas roupas, objetos pessoais, joias e carros para a garota.

O dinheiro será cuidado por um tutor e Bobbi só terá acesso a ele quando tiver 21 anos. Mais uma parte do dinheiro é liberado aos 25 e o balanço total aos 30. Os tutores poderão liberar o dinheiro também em caso de necessidades da filha de Whitney. O testamento foi assinado em 3 de fevereiro de 1993, um ano após o nascimento de Kristina.

Mais sobre a carreira de Whitney

Celebrada como “a garota de ouro” da indústria fonográfica entre as décadas de 80 e 90, a carreira de Houston andava ofuscada por problemas com drogas, bebida e violência doméstica.

No final de 2009 e início de 2010, após anos de luta contra a dependência química, ela ensaiou uma fracassada volta aos palcos. Na parte inicial de sua turnê britânica, parecia sofrer com falta de ar quando cantava. Em Paris, chegou a ser hospitalizada com uma infecção respiratória e adiou várias apresentações. Na Austrália, sua passagem foi vaiada por fãs e critica pela imprensa especializada.

Whitney Houston chegou a vender 55 milhões de discos, só nos Estados Unidos. O sucesso a levou da música para o cinema, atuando em filmes como “O Guarda-Costas”, com Kevin Costner, e “Falando de Amor”, dirigido por Forest Whitaker.

Nessa mesma época, influenciou uma geração de cantoras  como Christina Aguilera e Mariah Carey até que sua voz e imagem foram destruídas pelo uso de drogas e a vida pessoal tumultuada com seu último marido, o cantor Bobby Brown.

No final de sua carreira, Houston tornou-se célebre por abusar das drogas. As vendas de seus álbuns diminuíram, e sua imagem serena foi abalada por um comportamento violento e aparições públicas bizarras. Ela confessou ter abusado de maconha, cocaína e comprimidos, e sua voz foi ficando cada vez mais rouca, fazendo com que ela não conseguisse atingir as altas notas que a tornaram famosa.

“O grande mal sou eu. Não sou nem minha melhor amiga nem minha pior inimiga”, disse a cantora em entrevista a Diane Sawyer em 2002.

Biografia

Whitney era filha da cantora gospel Cissy Houston, prima da diva dos anos 60 Dionne Warwick e afilhada de Aretha Franklin. Ela começou a cantar em igrejas ainda criança. Adolescente, fazia backing vocals para Chaka Khan, Jermaine Jackson e outros, e era modelo. Foi nesse período que o magnata da música Clive Davis ouviu falar da cantora.

“A primeira vez que a vi foi em um show de sua mãe… O impacto foi muito grande. Ouvir aquela jovem colocando fogo nas músicas. Provocou, de verdade, arrepios na espinha” , disse Davis ao “Good Morning America”.

Pouco tempo depois, os Estados Unidos sentiram esse “arrepio” também. Houston gravou seu primeiro álbum, “Whitney Houston”, em 1985. Foram vendidas milhões de cópias e suas músicas se tornaram sucesso. “Saving All My Love for You” rendeu à cantora seu primeiro Grammy, de melhor vocalista pop. “How Will I Know,” “You Give Good Love” e “The Greatest Love of All” também se tornaram singles.

Seu segundo trabalho, “Whitney”, de 1987, também teve grandes sucessos como “Where Do Broken Hearts Go” e “I Wanna Dance With Somebody”.

O “New York Times” descreve a voz da cantora como “uma das melhores vozes gospel de sua geração”. “Whitney evitava os maneirismos típicos do gênero, e usava frases evangélicas com moderação. Em vez de projetar vulnerabilidade e compaixão, ela comunicava força e auto-confiança, fazendo baladas pop majestosas.”

Whitney Houston ganhou seis Grammys durante sua carreira. O primeiro em 1985, como melhor performance vocal pop feminina com a música “Saving All My Love For You”. Ela recebeu o mesmo prêmio em 1987, por “I Wanna Dance With Somebody (Who Loves Me)”.

Em 1993, Whitney ganhou três prêmios: melhor performance vocal pop feminina e gravação do ano por “I Will Always Love You” e álbum do ano com a trilha sonora original do filme “O Guarda-Costas”. Em 1999, como melhor perfomance feminina de R&B por “It’s Not Right But It’s Okay”.

A cantora deixa uma filha, Bobbi Kristina, fruto de seu casamento com Bobby Brown.

(Com informações de agências internacionais)

UOL

Anúncios

Publicado em 8 de março de 2012, em Uncategorized e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: