Pais das crianças de “Carrossel” se rebelam contra o SBT

Maisa Silva grava sem cachinhos como Valéria na novela Carrossel (SBT)

Maisa Silva grava sem cachinhos como Valéria na novela Carrossel (SBT)

A coluna foi procurada pelos pais de algumas crianças e informada que um abaixo-assinado já foi entregue à direção do SBT com reclamações contra a carga de trabalho da novela “Carrossel”.

Está aí uma coisa que não pode. O elenco infantil vinha gravando até aqui seis horas por dia, de segunda a sábado, conforme o combinado desde o começo. Agora, porque alguém da direção da emissora resolveu que o ritmo deve ser aumentado, se deseja gravar também aos domingos.

Como é que vai ficar a situação dessas crianças? – essa é a pergunta. Se todos precisam frequentar a escola pela manhã e ficam à disposição do SBT, diariamente, das duas da tarde às oito da noite, quantas horas sobram para o lazer e todo resto de suas vidas? Também é necessário considerar que várias delas só conseguem chegar em casa por volta das 22 ou 23 horas.

Alguém precisa dar um jeito nisso, se for o caso até as autoridades responsáveis. É o que se espera.

Flávio Ricco*
Colunista do UOL

Anúncios

Publicado em 7 de março de 2012, em NOTICIAS DA TV, NOVELAS e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Record volta a atacar MMA
    
    07/03/12 – 16:13
    POR Keila Jimenez

    A Record segue criticando o MMA (artes marcias mistas). Na noite de terça-feira, foi a vez do programa religioso “Fala Que Eu Te Escuto” estender-se pela madrugada atacando a modalidade e as competições ligadas à ela, como o UFC.

    O apresentador chegou a abrir uma enquete, ao vivo, para ouvir a opinião do público sobre lutas do gênero. Só pessoas com posicionamentos totalmente contrários ao esporte falaram no ar.

    Essa é a segunda investida da Record contra o MMA. O ”Domingo Espetacular” do dia 4 fez uma longa reportagem sobre a violência e as vítimas fatais do esporte. Mostrou casos de jovens que ficaram tetraplégicos após se machucarem em combate.

    A reportagem, que não ouviu nenhum lutador brasileiro nem especialistas com opinião favorável ao MMA, causou revolta entre esportistas e simpatizantes da modalidade. Os protestos na internet não param.

    O problema é que a própria Record parece ter mudado de opinião.

    Há cerca de um ano , o “Jornal da Record” exibiu uma série de reportagens especiais sobre o MMA e o UFC, exaltando o esporte. O período coincide com a época em que os direitos de transmissão do UFC estavam sendo negociados com Record, Globo, Band e Rede TV!.

    Quem acabou levando foi a Globo. Procurada, a Record diz que não há campanha contra o MMA.

    Confira a reportagem do “Jornal da Record” , de 2011:

    CHUPA MACEDÃO DO DIABO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: